A formação de leitores e a perspectiva de políticas públicas para a leitura em Manaus

 

 

Autor(a): Márcia Greid Brito Moreira

Orientador(a):  Prof.ª Dr.ª Iraildes Caldas Torres

 

 

Resumo

 

Este estudo assume o propósito de empreender uma análise sobre as políticas públicas destinadas à leitura em nosso país, destacando sua promoção em uma escola pública. Procuramos investigar o porquê do baixo índice de proficiência das habilidades leitoras e escritoras dos alunos, já que cada ano mais e mais programas, projetos e ações são criados em favor da leitura. Este trabalho apresenta a constatação de que as práticas de leitura delineadas por essas políticas públicas têm se constituído em ações ineficientes diagnosticadas nos exames de avaliações oficiais como o PISA, Prova Brasil, IDEB, ENEM que trazem índices sobre o educando frente à prática da leitura. Os programas específicos acabam, paradoxalmente, inviabilizando a formação leitora compatível com as competências que é preciso desenvolver para formar, preparar e capacitar os alunos ao exercício da cidadania. Apresentamos aqui concepções e execuções de políticas públicas voltadas para a leitura, assim como a implantação dessas políticas em uma escola pública que é o Instituto de Educação do Amazonas - IEA. A pesquisa demonstrou que há uma descontinuidade no desenvolvimento das políticas públicas de incentivo à leitura. Os resultados apontam para a necessidade de a escola buscar o envolvimento da comunidade escolar nas políticas públicas participando de programas eficazes no estímulo ao hábito da leitura e da escrita. Também é necessário fazer a aquisição de livros para os professores, diretores, agente de leitura e bibliotecários. Os investimentos em ações em prol do livro e da leitura devem ser priorizados por aqueles que acreditam que a leitura poderá levar o país ao desenvolvimento nacional e à cidadania, que o caminho percorrido será longo, mas que é preciso fazer algo imediatamente para mudar essa realidade. No caso da escola pública o que pudemos observar é que a escola tem conhecimento sobre as políticas públicas para a promoção da leitura, mas muitos não têm acesso a essas políticas por desconhecê-las. É necessário estimular a todos dentro do espaço escolar, é preciso também que a escola possua uma boa biblioteca, que é o espaço privilegiado para o desenvolvimento do hábito de leitura.

 


Palavras-chave: Leitura. Política Pública. Instituto Educacional do Amazonas.

 

 

VISUALIZAR CAPA DA DISSERTAÇÃO

VISUALIZAR DISSERTAÇÃO