Culturas e Imaginários Urbanos

Área de Concentração: Processos Socioculturais na Amazônia

Linha de Pesquisa: Linha 1) Sistemas Simbólicos e Manifestações Socioculturais

Sigla: PGSCA571

Créditos: 03                                  Carga horária: 45h

Professor: Dr. Sérgio Ivan Gil Braga

Eletiva

 

Ementa

O imaginário na abordagem das Ciências Humanas. Teorias da cidade e do urbano. Lugares, espaços públicos e não-lugares na experiência urbana contemporânea.

 

Conteúdo Programático

 

Unidade 1 – O campo do Signo e a Imaginação Simbólica

1ª aula

Apresentação do curso

 

2ª aula

DURKHEIM, Émile. (1970) Representações individuais e representações coletivas. Rio de Janeiro, Forense-Universitária, pág. 15-49.

DOUGLAS, Mary. (2007) Como as instituições pensam. São Paulo, Editora da Universidade de São Paulo, págs. 15-31.

 

3ª aula

DURAND, Gilbert. (2000) A imaginação simbólica. Lisboa, Edições 70, págs 7-17.

CASTORIADIS, Cornélius. (1982) A Instituição Imaginária da Sociedade. Rio de janeiro, Editora Paz e Terra, págs. 139-197.

 

 

Unidade 2 – Questões de Método

4ª aula

BACHELARD, Gaston. (1993) A poética do Espaço. São Paulo, Martins Fontes, págs. 1-53.

DEBORD, Guy-Ernest (2003) Introdução a uma crítica da geografia urbana. In: Apologia da deriva: escritos situacionistas sobre a cidade. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, págs. 13-36

CLIFFORD, James (2008) Sobre a autoridade etnográfica. In: A Experiência etnográfica. Organização de José Reginaldo Gonçalves. Rio de janeiro, Editora UFRJ, págs. 17-58

 

 

 

 

Unidade 3 – A idéia de cidade

5ª aula

PLATÃO. Crítias. Diálogos V: O banquete; Mênon (ou da virtuda); Timeu; Critias/Platão. Bauru, EDIPRO, págs. 265-287

MUNFORD, LEWIS (1998) A cidade na história. São Paulo, Editora Martins Fontes, págs. 9-36.

COULANGES, Fustel de (2006) A cidade antiga. São Paulo, Editora Martin Claret Ltda, págs. 127-252

 

6ª aula

WEBER, Max (1999) Conceito e categorias da cidade. In: WEBER, Max. Economia e sociedade. Brasília: Editora da UNB; São Paulo: Imprensa oficial do estado de São Paulo, págs. 408-425

BENEVOLO, Leonardo (2005) História da cidade. São Paulo, Editora Perspectiva, págs. 573-728

LE CORBISIER (2004) Planejamento urbano. São Paulo, Editora Perspectiva, págs. 65-139

 

7ª aula

SIMMEL, Georg (1967) A metrópole e a vida mental. In: VELHO, Otávio Guilherme (org.). O fenômeno urbano. Rio de Janeiro, Zahar Editores, págs. 13-28

WIRTH, Louis (1967) O urbanismo como modo de vida. In: VELHO, Otávio Guilherme (org.). O fenômeno urbano. Rio de Janeiro, Zahar Editores, págs. 97-122

MARTINS, José de Souza (1996) (Des)figurações – a vida cotidiana no imaginário onírico da metrópole. São Paulo, Editora HUCITEC, págs. 11-71

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Unidade 3 – Moradias, patrimônios e requalificações urbanas

8ª aula

JACQUES, Paola Berenstein (2003). Estética da ginga: a arquitetura das favelas através da obra de Hélio Oiticica. Rio de Janeiro, Casa da palavra, págs. 09-62.

CALDEIRA, Teresa Pires do Rio (2000) Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: Editora 34; EDUSP. Págs. 257-300.

DELEMEAU, Jean (2009) História do medo no ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, págs. 11-52

 

9ª aula

FORTUNA, Carlos (1997). Destradicionalização e imagem da cidade. In: FORTUNA, Carlos (org.). Cidade, cultura e globalização. Oeiras (Portugal), Celta Editora, págs. 231-257.

ARANTES, Antonio Augusto (1997). A guerra dos lugares. In: FORTUNA, Carlos (org.). Cidade, cultura e globalização. Oeiras (Portugal), Celta Editora, págs. 529-270

LEITE, Rogério Proença (2009) Espaços públicos na pós-modernidade. In: FORTUNA, Carlos & LEITE, Rogério Proença (orgs.). Plural de cidade: novos léxicos urbanos. Coimbra, CES; Edições Almedina, págs. 187-204

 

10ª aula

HOLSTON, James (1993) A cidade modernista: uma crítica de Brasília e sua utopia. São Paulo: Companhia das Letras, págs. 11-65.

LIPOVETSKI, Giles (2007) A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, págs. 153-205

BAUDELAIRE, Charles (2009) O dândi. In: Manual do dândi – a vida com estilo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, págs. 13-20

CALVINO, Ítalo (1994) Marcovaldo ou as estações na cidade. São Paulo, Companhia das Letras, págs. 7-10

 

11ª aula

BACHELARD, Gaston (2002). A água e os sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. São Paulo, Editora Martins Fontes, págs. 1-20; 139-163

MESQUITA, Otoni (1999) Manaus: história e arquitetura – 1852-1910. Manaus: Editora Valer, págs. 143-204.

OLIVEIRA, José Aldemir de (2003) Manaus de 1920-1967: a cidade doce e dura em excesso. Manaus: Editora Valer/ Governo do Estado do Amazonas/ Editora da Universidade Federal do Amazonas, págs. 71-160.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Unidade 4 – “Flanar” e outras formas de mobilidade urbana

12ª aula

BENJAMIN, Walter (1997) Paris, capital do século XIX. In: FORTUNA, Carlos (org.). Cidade, cultura e globalização. Oeiras (Portugal), Celta Editora, págs. 67-80

------------------------------ (2007) O flâneur. In: BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: Editora da UFMG; São Paulo: Imprensa oficial do estado de São Paulo, págs. 461-498

RIO, João do (2007). A alma encantadora das ruas: crônicas. São Paulo, Editora Martin Claret Ltda, págs. 25-46

GUELMAN, Leonardo (2009) Universo Gentileza. Rio de Janeiro, Editora Mundo das idéias, págs. 11-53

 

13ª aula

AUGÉ, Marc (1994) Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas, SP: Papirus, págs. 71-105

MATTA, Roberto da (2010) Fé em Deus e pé na tábua, ou, como e porque o trânsito enlouquece no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, págs. 7-32; 69-127

POLLARI RODRIGUES, Rodrigo & BRAGA, Sérgio Ivan Gil (2010) “Metamorfose ambulante”: uma viagem de ônibus como rito de passagem. In: Somanlu – Revista de estudos amazônicos. Manaus: PPGSCA; EDUA, págs. 43-74

 

Unidade 5 – Trabalhar na cidade e outras formas de ocupação

14ª aula

BAUMANN, Richard (2008) A poética do mercado público: gritos de vendedores no México e em Cuba. Florianópolis, PPGAS/UFSC, págs. 1-24.

MATOS, Maria Izilda S. de (1998) Copacabana: cotidiano e boêmia. In: SOLLER, Maria Angélica & MATTOS, Maria Izilda S. de. O imaginário em debate. São Paulo, Editora Olho d’Águra, págs. 79-100

FEFFERMANN, Marisa (2006) Vidas arriscadas: o cotidiano dos jovens trabalhadores do tráfico. Petrópolis, Vozes, págs. 201-331

 

Unidade 6 – Quando a cidade se transforma em palco

15ª aula

BRAGA, Sérgio Ivan Gil (2009) Culturas populares na cidade. In: FORTUNA, Carlos & LEITE, Rogério Proença (orgs.). Plural de cidade: novos léxicos urbanos. Coimbra, CES; Edições Almedina, págs. 69-81.

GOFFMAN, Erving (2010) Comportamento em lugares públicos. Petrópolis, Vozes, págs. 13-40.

FORTUNA, Carlos (1999) Estradas e santuários. In: FORTUNA, Carlos. Identidades, percursos, paisagens culturais. Oeiras (Portugal), Celta Editora, págs. 73-90

 

 

Avaliação:

 

  1. Avaliação parcial. Elaboração individual escrita em sala de aula sobre os conteúdos trabalhados no curso.
  2. Trabalho final. Descreva e analisa uma manifestação cultural do meio urbano, tomando como orientação autores trabalhados no curso.